sábado, 27 de julho de 2013

Tantas coisas eu tenho para te dizer entre tantas outras que não precisam ser ditas, e mesmo assim eu continuo procurando palavras para expressa-las, talvez, por eu não saber que palavas não superam a intensidade das coisas, muito menos dos sentimentos. Perante tudo, bastava-me apresentar a minha alma para ti, mas abstratos não se veem, não se tocam. Basta-me sua crença em todas as minhas atitudes para com você. Acredita que, você toca no meu ponto fraco, mesmo não sabendo qual a forma? Pessoas que me calam ganham a minha admiração quando não me deixam rebater algo através dos meus discursos. O que você me faz sentir não permite que, ao menos, uma palavra saia da minha boca. Eu entro em ruas, saio em becos e não encontro explicações, mas te encontro no centro da minha memória construindo cada um dos meus pensamentos. Basta-me a sua percepção. (MF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário